Interdecor
Facebook Instagram Youtube

    Ana Rua

    “Cada jóia é única pela personalidade que vai adquirindo”

     

    Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
    O privilégio de desenhar e dar forma a peças e a coleções é algo que, em si mesmo, gera um prazer e uma sensação indescritíveis. Passamos a fazer parte de algo maior que nós: as partes, e a soma delas, ganham uma dimensão que nos enche de orgulho. Não conseguiríamos definir uma peça concreta que mais prazer nos deu criar. Cada jóia é única pela personalidade que vai adquirindo à medida que ganha forma e que fica concluída. É nisso que reside o maior prazer, ser parte integrante disso.


    Quando cria uma coleção pensa em associar-lhe uma história? Se sim, de que forma é feito esse processo? Primeiro nasce a coleção e só depois a história ou ao contrário?
    Todas as coleções criadas, e as jóias que as compõem, são feitas de histórias e de inspirações que surgem do que vivemos, do que sentimos, do que reflectimos e partilhamos, do que sonhamos… Às vezes, há temas que se impõem de forma natural e fluída aquando do processo criativo, outras vezes surgem em simultâneo com as criações. Acima de tudo, as jóias Ana Rua são holísticas, bebem de muitas fontes e procuram integrar os diferentes elementos que se podem associar ao equilíbrio, à elegância, à versatilidade e, sobretudo, ao Feminino, pois é essa a nossa essência.


    Para lá das histórias que se criam para as peças, tem alguma pela que tenha uma história real e que de algum modo a marcou 8de forma engraçada ou comovente)?
    Se calhar até teremos muitas histórias reais associadas às nossas jóias. Mas aquela que mais nos envaidece e nos enche o coração acontece quando uma cliente se revê e identifica com uma das nossas peças. Como se todo o amor, carinho e dedicação do processo criativo e de criação fosse orientado para essa pessoa, para o seu estilo, o seu gosto, a sua personalidade. Isso é, talvez, o que mais nos comove.

Mater jewellery tales

e ficam na memória


Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
Sempre a próxima! Das já rea...

Saber Mais

Raquel de Queiroz

e;ias nascem das histórias dos seus materiais

 

Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
O prazer em ...

Saber Mais

Eugénio Campos

ntos especiais

Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
As jóias que ainda hoje me dão prazer criar s&at...

Saber Mais

Fernando Rocha Joalheiro

história

Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
A peça que deu mais prazer criar terá sido um ...

Saber Mais

Made To Envy

>
É difícil selecionar apenas uma peça, pois o ato criativo por si só proporciona-me imenso prazer. Mas a ter de escolher alguma peça, nomeio o colar Travel,...

Saber Mais

Jewelry Craft

strong>
Escolher a peça que mais prazer me deu fazer é quase como pedir que escolha entre 2 filhos. Sinceramente não sei, cada uma tem um significado e por vezes é ...

Saber Mais

Goris

strong>
Pelo desafio, pelo pormenor e beleza, sem dúvida a ponte de D. Luis I sobre o Rio Douro, em filigrana.

Quando cria uma coleção pensa em as...

Saber Mais

Diogo Dalloz

ória”

Qual a peça que mais prazer lhe deu criar e porquê?
Não há uma peça específica que mais me deu prazer de c...

Saber Mais

Allis Jewellery


São tantas, o difícil é escolher uma. Digamos que houve uma peça que se tornou especial e deixou memórias pela carga emotiva à qual ficou as...

Saber Mais

André Rocha

strong>
Tenho várias peças que me deram imenso gosto criar. Tenho algumas séries de peças cujo processo projetual foi tão exaustivo que ficaram muitas hist&o...

Saber Mais